DEBEM.com.br

Notícias online para você

Facebook quer impedir proliferação de notícias falsas nas eleições no País

Rede social lançará o produto 'Town Hall' antes de outubro, que faz o meio de campo entre eleitores e políticos

Em visita ao Brasil nesta semana, a diretora global de engajamento com políticos e governos do Facebook, Katie Harbath, apresentou algumas estratégias da empresa que visam a combater as notícias falsas durante as eleições nacionais. Segundo ela, a rede social criou uma lista de iniciativas para tentar impedir a proliferação de inverdades, e que lançará, antes de outubro, um produto chamado 'Town Hall', que faz o meio de campo entre eleitores e políticos. Além disso, chegará ao Brasil o recurso chamado 'Ballot', o qual mostra a posição de diversos candidatos sobre temas específicos.

A criação de um atalho para as autoridades colocarem um lembrete na linha do tempo sobre os endereços de votação é outra novidade, além de mudanças no que se refere à propaganda. Os anunciantes do Brasil poderão se registrar no Facebook para marcar anúncios como eleitorais a partir da próxima terça-feira, 31, medida tomada para impedir que pessoas de fora do País impulsionem conteúdos. Aqueles que não se registrarem não receberão o selo de autorização e ficarão sujeitos à fiscalização do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Os partidos políticos estarão aptos a publicar anúncios com o rótulo de propaganda eleitoral a partir de 16 agosto, nos quais deverá estar estampado o CNPJ da sigla. Ainda, será permitido aos candidatos fazer anúncios individuais, constando seu CNPJ e a legenda à qual é filiado. Katie salientou que todos os anúncios eleitorais ficarão expostos em uma biblioteca que será lançada no Brasil, na qual terá informações como valor aproximado gasto com a publicidade e público impactado com o anúncio, além da imagem e do texto do anúncio. Essas informações ficarão disponíveis para consulta durante sete anos.

Todas as notícias

DEBEM.TV

Um projeto imobiliário

WEBMAIL  |   criação: sitesrapidos.com.br

   
.