DEBEM.com.br

Notícias online para você

Barrigada leva jornalistas a pedir desculpas a ex-vereador

 

Informação falsa que colocou vereador entre presos da operação Concutare foi replicada pelos veículos do Grupo RBS

A operação Concutare da Polícia Federal, que prendeu 19 pessoas sob a acusação de corrupção relacionada a licenciamento ambiental, movimentou as atividades da imprensa nesta segunda-feira, 29, e, em especial, do Grupo RBS. A razão? Uma barrigada. A informação de que o ex-vereador Nelcir Tessaro estaria entre os detidos foi equivocamente divulgada pela jornalista Rosane de Oliveira, e reproduzida nos principais veículos da empresa. Ainda cedo, na Rádio Gaúcha, durante o programa Gaúcha Atualidade, do qual participa, Rosane desculpou-se com o ex-vereador. “Quero começar lhe pedindo desculpas, ex-vereador Nelcir Tessaro, por ter incluído seu nome na lista dos presos, por uma informação equivocada que recebi”, explicou.


Segundo ela, a informação partiu de “uma fonte confiável, que tinha se enganado”. Tessaro estava em casa, “acamado por uma gripe violenta”, de acordo com ele, quando soube do equívoco pela repercussão. “Fiquei surpreso, não tenho envolvimento nenhum com meio ambiente. Estou fora do executivo há quatro anos; do legislativo, há seis meses; e jamais tive essa atuação ou envolvimento com licenciamento ambiental”, afirmou, em entrevista de pouco mais de dois minutos, concedida à emissora.


Como consequência, o ex-vereador também ganhou espaço em zerohora.com e no ClicRBS, que reproduziram a entrevista. No ‘Blog da Rosane de Oliveira’, a publicação que apresentava Tessaro entre os presos foi retificada, deixando de exibir o nome do ex-vereador. Além desta, um novo post foi publicado com o título ‘Tessaro não está entre os presos’. 

Todas as notícias

DEBEM.TV

Um projeto imobiliário

WEBMAIL  |   criação: sitesrapidos.com.br

   
.